14 C
Taboão da Serra
segunda-feira, maio 23, 2022
InícioSão PauloPolícia Civil realiza operação em clínica estética de São Paulo frequentada por...

Polícia Civil realiza operação em clínica estética de São Paulo frequentada por Jade Picon, Kéfera e Bianca Andrade

A Polícia Civil de São Paulo realizou uma operação de busca com agentes da Coordenadoria de Vigilância em Saúde (Covisa) na clínica estética Natalia Beauty. O local, situado na Avenida Rebouças, no bairro de Pinheiros, área nobre da cidade, foi considerado clandestino pelas autoridades por suspeita de fabricação de artigos cosméticos e por suposta venda de medicamentos sem a autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Natalia Martins, proprietária do local, já prestou atendimento a influenciadoras como Virgínia Fonseca, cantora Maiara – da dupla com Maraisa -, a atriz Kéfera Buchmann, Jade Picon, Bianca Andrade e a filha da apresentadora Xuxa, Sasha Meneghel.

Segundo a denúncia, o local exerce função no ramo estético e realiza procedimentos, cursos e comercializa produtos de origem duvidosa. Há a suspeita de que rótulos de produtos também sejam adulterados. Uma das linhas de investigação da polícia é a de que o local comprava produtos de um laboratório clandestino e realizava a troca dos rótulos originais – estes seriam adquiridos em um imóvel próximo, localizado a 130 metros da Natalia Beauty. Não havia, ainda, informações suficientes sobre as composições dos manipulados. Nome do farmacêutico responsável, bem como o número do registro do produto, também não foram encontrados.

Os produtos que foram alvos da operação, e que estariam fora dos padrões da legalidade, foram anestésicos para a sobrancelha e boca – armazenados sem a aferição de temperatura e junto com alimentos -; máscaras faciais com etiquetas forjadas; e de pijamas adquiridos via importação da China sem a presença de nota fiscal.

Confira a nota da Covisa, na integra, sobre a operação realizada:

“A Secretaria Municipal de Saúde, por meio Coordenadoria de Vigilância em Saúde, informa que, nesta terça-feira (10), a Unidade de Vigilância em Saúde (Uvis) Lapa/Pinheiros foi acionada pela Delegacia de Polícia de Proteção ao Consumidor para acompanhar um mandado de busca e apreensão no local citado pela reportagem, referente à fabricação de cosméticos sem autorização sanitária e venda de medicamentos sem registros da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

O comunicado diz ainda que “na ação de fiscalização, as autoridades sanitárias adotaram as medidas administrativas cabíveis, em consonância com a Lei Municipal 13725/2004 – Código Sanitário Municipal, tendo em vista tratar-se de comercialização de produtos de interesse à saúde sem a devida regulamentação e sem registro da Anvisa. Foi instaurado processo administrativo sanitário, que segue os trâmites legais, estando o infrator sujeito às penalidades previstas em Lei”.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -spot_img

Mais notícias