32 C
Taboão da Serra
segunda-feira, setembro 20, 2021
Início Taboão da Serra Corpo de mulher é encontrado embaixo de sofá em Taboão da Serra

Corpo de mulher é encontrado embaixo de sofá em Taboão da Serra

O corpo de uma mulher foi encontrado na quinta-feira (16) embaixo de um sofá em uma casa em Taboão da Serra, na Grande São Paulo. A causa da morte ainda não foi informada. A vítima é Dilma Silva Oliveira, de 45 anos, que trabalhava no Hospital Samaritano.

Segundo a Polícia Militar, os agentes foram acionados por volta das 14h30 e encontraram um cadáver em uma casa da rua Indiana, no Jardim São Judas.

Um suspeito de ser o autor do crime já foi preso, informou o 2.º DP de Taboão da Serra, sem dar mais detalhes.

Dilma foi dada como desaparecida no sábado, quando saiu para trabalhar às 4 horas, mas não chegou ao hospital.

O filho dela, Lucas Oliveira, fez apelos nas redes sociais para que amigos e parentes ajudassem a encontrá-la. “Ontem foi Dia dos Pais e o pior da minha vida. Porque minha mãe que é mãe e pai não estava comigo e o pior de tudo eu não sei onde ela está, se está bem. Isso é muito triste, saber que uma pessoa que fez tudo por você a sua vida toda está desaparecida e só Deus sabe o que aconteceu”, disse ele em sua conta no Facebook.

- Advertisment -

Mais notícias

Oito cidades da Grande SP adiam aplicação da dose de reforço contra a Covid-19 após impasse sobre marca da vacina

Motivo é a divergência entre os governos federal e estadual sobre qual imunizante deve ser aplicado como terceira...

Oito cidades da Grande SP mantêm vacinação contra Covid-19 no feriado da Independência

Barueri, Embu das Artes, Francisco Morato, Guararema, Itaquaquecetuba, Santana de Parnaíba, Santo André e São Caetano do Sul...

Vias da cidade de SP e rodovias registram congestionamento na véspera do feriado de 7 de Setembro

A Artesp prevê cerca de 5,1 milhões de veículos nas principais estradas que passam pela capital paulista. Trânsito...

Princesa das tintas, conheça a Syrah

A uva Syrah é tida como uma das castas mais antigas que existem. Marco Antonio Carbonari explica que,...