16.6 C
Taboão da Serra
segunda-feira, agosto 8, 2022
InícioNotíciasVocê acredita que a Inteligência Artificial substituirá o ser humano?

Você acredita que a Inteligência Artificial substituirá o ser humano?

Com a chegada e avanço da tecnologia no mundo, muitas funções e processos foram automatizados. Sergio Wilfrido Vazquez Apestegui comenta que exemplo disso é o fato de diversas profissões serem o aperfeiçoamento, atualmente, daquelas que existiram no passado. No entanto, mesmo sabendo que com a extinção de algumas profissões, outras surgem, há quem ainda teme que as máquinas substituam o ser humano completamente.

Antes de mais nada, Sergio Wilfrido Vazquez Apestegui explica que já existem robôs capazes de substituir completamente a mão de obra humana, como é o caso da automatização do agronegócio, bem como já existem robôs capazes de pensar, emitir expressões faciais e afins. Isso gera, certamente, medo em muita gente, inclusive naqueles que possuem uma mente mais fértil e acreditam até mesmo numa 3ª guerra mundial entre robôs e seres humanos.

No entanto, para Sergio Wilfrido Vazquez Apestegui, uma máquina não possui potencial de substituir o ser humano, pelo menos não completamente. O empresário acredita, assim como explica a ciência, que existe, na verdade, a junção entre máquina e ser humano, ou seja, na prática, os dois andarão, dentro de poucas décadas, lado a lado, de modo que estejam sempre em auxílio um do outro.

É claro que, inevitavelmente, no que cerne ao mercado de trabalho, muitas profissões empregadas ao ser humano serão extintas, assim como já acontece. No entanto, isso não é motivo para o desespero, tendo em vista que, segundo Sergio Wilfrido Vazquez Apestegui, novas profissões surgirão no mesmo passo que outras somem.

Dessa forma, Sergio Wilfrido Vazquez Apestegui comenta, ainda, que a Inteligência Artificial mesmo sendo capaz de escrever, fazer tarefas práticas e até mesmo pintar, sempre terá falta de algo que é intrínseco ao ser humano: a subjetividade e conhecimento empírico, isto é, aquele adquirido através de experiências e vivências humanas. 

Por isso, o futuro não é somente a IA, mas também seres humanos comunicativos, com inteligência emocional, pensamento crítico e diversas outras habilidades que somente o ser humano possui. Dessa forma, para Sergio Wilfrido Vazquez Apestegui, não o que temer, mas apenas o que viver e, claro, estudar, pois para estar no futuro será necessário pensar com e pela Inteligência Artificial.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -spot_img

Mais notícias