17.9 C
Taboão da Serra
terça-feira, abril 13, 2021
Início Taboão da Serra Ribeirão Pires registra mais 5 mortes de pacientes com Covid na fila...

Ribeirão Pires registra mais 5 mortes de pacientes com Covid na fila de espera por leito de UTI; situação é crítica na Grande SP


Pelo menos 24 pessoas já morreram enquanto aguardavam por uma vaga na terapia intensiva em seis cidades da região metropolitana. Taxa de ocupação de leitos de UTI na Grande SP é de 83,6%. Mais cinco pacientes com Covid-19 morreram na fila de espera por um leito de UTI em Ribeirão Pires, na Grande São Paulo, até a manhã desta quinta-feira (11). Ao todo, sete pessoas morreram antes de serem transferidas para hospitais. Ao menos 24 pessoas já morreram na região metropolitana enquanto aguardavam por uma vaga em seis cidades.
Sistema de saúde de SP pode colapsar em 25 dias
Até quarta-feira (10) havia registro de duas mortes na cidade de Ribeirão Pires devido a falta de leitos. De acordo com a Prefeitura do município, esses cinco novos registros são de pacientes que morreram entre quarta à noite e a manhã desta quinta.
Em praticamente todos os casos de mortes na fila de espera, as prefeituras e os hospitais do estado de São Paulo responsáveis pelos pacientes disseram que vagas de UTI tinham sido solicitadas por meio do sistema estadual de regulação de leitos, o Cross, mas que os pedidos não foram atendidos – seja por indisponibilidade de vagas, seja por impossibilidade de fazer a transferência de pacientes em estado grave.
A Secretaria da Saúde disse na terça-feira (9) que não nega leitos e que as transferências não ocorrem quando os pacientes não podem ser removidos com segurança devido ao quadro de saúde instável.
Na região metropolitana, a situação mais crítica é em Taboão da Serra, que registra 12 óbitos por falta de leitos e onde seis pacientes entubados com Covid aguardam por um leito de UTI.
Em Franco da Rocha, 4 pessoas morreram na fila por uma vaga, e 12 continuam na espera. Rio Grande da Serra e Diadema perderam um paciente cada uma. O sistema de saúde do ABC está praticamente sem vagas disponíveis em UTI para pacientes com Covid-19.
Em toda a Grande São Paulo, 83,6% dos leitos de UTI estão ocupados, a maior taxa de ocupação desde o começo da pandemia – o recorde havia sido no dia 19 de maio de 2020, quando 78,6% dos leitos de UTI disponíveis estavam ocupados.
A estimativa é de que 4.702 pessoas estão internadas em UTIs na região metropolitana, onde existem 5.623 leitos.
Profissionais da saúde atendem pacientes com Covid-19 em leitos da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Campanha Ame Barradas, montado em Heliópolis, na zona sul de São Paulo, nesta segunda- feira, 08 de março de 2021
MISTER SHADOW/ASI/ESTADÃO CONTEÚDO
Situação no estado
Na noite de quarta-feira subiu para 38 o número de pacientes com Covid-19 que morreram na fila de espera por leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em todo o estado de São Paulo nestes primeiros dez dias de março, de acordo com levantamento feito pelo G1 e pela TV Globo.
As mortes de pacientes que aguardavam liberação de leitos intensivos ocorreram em cidades localizadas na Grande São Paulo e no interior do estado.
Durante a coletiva, o secretário estadual da Saúde, Jean Gorinchteyn, explicou que a criação de leitos exige uma complexa estrutura hospitalar e admitiu que o estado não tem condições de suprir a atual demanda, principalmente para casos mais graves.
“Estamos aumentando da forma que conseguimos. Quando eu falo aumentar número de leitos não é simplesmente um colchão, uma cama e um respirador. É além disso: a equipe que vai dar assistência a esse paciente. Estamos internando 130 pessoas a mais por dia nas UTIs. Nós não temos fôlego para abrir na mesma velocidade o número de leitos.”
O governo de São Paulo anunciou a abertura de mais 338 leitos para pacientes de Covid-19 até o final de março. O número, entretanto, representa um valor abaixo do que o sistema de saúde, nas redes públicas e privadas, recebeu de novas demandas nos últimos dias.
Vídeos: Tudo sobre São Paulo e região Metropolitana

- Advertisment -

Mais notícias

Taboão: UPA Akira Tada apresenta queda no número de internações pela covid-19 e fecha segunda-feira sem óbitos

A UPA Akira Tada, unidade de referência no atendimento de pacientes da covid-19 em Taboão da Serra, vem apresentando uma queda no número de...

Prefeitura de Taboão da Serra inicia série de vídeos informativos com a prestação de contas dos 100 dias da nova administração

Renata Gomes No sábado, dia 10, completou 100 dias da nova Administração da Prefeitura de Taboão da Serra. Durante essa semana, serão divulgados vídeos informativos...

Prefeito Ayres Scorsatto e vice-prefeito José Belarmino são vacinados contra a covid-19 em Juquitiba

O prefeito de Juquitiba, Ayres Scorsatto e o vice-prefeito José Belarmino, de 67 anos, receberam na tarde desta segunda feira, dia 12, a vacina...

Secretaria de Cultura de Taboão da Serra realiza cursos de forma remota

Ana Rodrigues A Secretaria de Cultura de Taboão da Serra está realizando cursos de forma remota, nas modalidades de jazz, ballet oficina, ballet formação, danças...