17.6 C
Taboão da Serra
quinta-feira, dezembro 2, 2021
spot_img
InícioTaboão da SerraPrefeituras de Itapevi e Osasco pedem que governo de SP não feche...

Prefeituras de Itapevi e Osasco pedem que governo de SP não feche unidades do Bom Prato aos finais de semana


Secretaria estadual de Desenvolvimento Social alegou que a medida foi tomada porque estaria sobrando comida nos restaurantes; 17 dos 30 endereços afetados ficam na Região Metropolitana de São Paulo. Sem Bom Prato aos finais de semana
As prefeitura de Itapevi e Osasco, na Grande São Paulo, pediram nesta sexta- feira (6) que o governo de São Paulo não interrompa o funcionamento de restaurantes do Bom Prato, que servem refeições a pessoas de baixa renda. A gestão estadual decidiu interromper, a partir deste sábado (7), o serviço de 30 unidades aos finais de semana. A maioria dos endereços fica na Grande São Paulo.
“É um momento delicado. As pessoas precisam desta ajuda. O que a gente fez, na Prefeitura de Itapevi, foi solicitar ao estado que não feche aos finais de semana. Inclusive estamos propondo até fazer o custeio nos finais de semana para continuar essa ajuda nesse momento tão importante”, afirmou o prefeito Igor Soares Ebert (PODE).
Unidade do restaurante Bom Prato, na cidade de São Bernardo do Campo, na Grande SP, em foto de arquivo.
Divulgação/GESP
Duas horas antes de as marmitas serem distribuídas, já tinha gente na fila do Bom Prato em Itapevi nesta sexta-feira (6). Na unidade, eram distribuídas nos finais de semana 1.200 refeições no almoço a R$ 1 cada uma e 300 cafés da manhã e 300 jantares a R$ 0,50.
A Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social alegou que a medida do fechamento aos finais de semana foi tomada porque estaria sobrando comida nas unidades.
“Muitos restaurantes tinham excedentes de refeições. Alguns até grande excedente, permitindo, assim, que as famílias acabassem levando um pouco mais de refeições. Iam atendendo, claro, com generosidade essa famílias, mas já tínhamos excedente, especialmente aos domingos”, afirmou Célia Parnes, secretária de Desenvolvimento Social.
O gerente da unidade de Itapevi disse que só aos domingos havia sobra de refeição. Das 1.200 no almoço, 400 eram jogadas fora. Mas aos sábados, isso não acontecia.
“Não sobra, a gente faz a quantidade pra cota certinha. E passa a cota certinha, não fica ninguém pra fora com fome e todos pegam sua refeição”, diz Wesley Garcia Dias.
Atualmente, o estado possui 60 unidades do Bom Prato, 22 só na capital. De acordo com a pasta, 20 unidades continuarão oferecendo as três refeições de domingo a domingo.
“Eu concordaria, por exemplo, se tirassem o domingo, porque já tem de segunda a sábado. Se tirar o sábado e domingo, o povo vai comer onde? Ajuda muita gente aqui, eu já frequento há muitos anos”, diz Sebastião Oliveira, de 81 anos.
“Vou ter que fazer que nem as pessoas fazem aí, né? Procurar alimento em outros cantos, nas praças, com aqueles que entregam alimentos nas ruas, as instituições de caridade. Há muitas pessoas dependentes disso”, conta Vanderlei Pereira, que está desempregado.
Governo de SP suspende funcionamento de 30 restaurantes do Bom Prato nos finais de semana
Unidades que não funcionarão aos finais de semana
Araçatuba;
Barretos;
Botucatu;
Cidade Ademar;
Cubatão;
Grajaú;
Guarujá;
Guarulhos;
Heliópolis;
Itaim;
Itapevi;
Itaquaquecetuba;
Jandira;
Jundiaí;
Limão;
Limeira;
Mogi das Cruzes;
Osasco;
Paraisópolis;
Perus;
Santo André;
Santos;
Santos (Zona Noroeste);
Santos (Morro);
São Carlos;
São José do Rio Preto;
São Miguel Paulista;
São Vicente;
Sorocaba;
Taboão da Serra e
Tucuruvi.
VÍDEOS: Veja mais sobre SP e Região Metropolitana

- Advertisment -spot_img

Mais notícias