17.6 C
Taboão da Serra
quinta-feira, dezembro 2, 2021
spot_img
InícioTaboão da SerraPolícia Rodoviária Federal recupera carga de medicamentos avaliada em R$ 3,5 milhões...

Polícia Rodoviária Federal recupera carga de medicamentos avaliada em R$ 3,5 milhões que foi roubada em SP


O crime ocorreu na terça (3) na Rodovia Régis Bittencourt, em Juquiá, na Região do Vale do Ribeira. Os remédios produzidos pela Janssen são para tratamento de doenças dermatológicas, epilepsia e câncer foram recuperados em São Lourenço da Serra, na Grande São Paulo. Um suspeito foi preso e três veículos acabaram apreendidos. Carga milionária de remédios é recuperada pela Polícia
A Polícia Rodoviária Federal (PRF) recuperou uma carga de medicamentos produzidos pela Janssen, avaliada em R$ 3,5 milhões, que foi roubada na terça-feira (3) por criminosos na Rodovia Régis Bittencourt, em Juquiá, na Região do Vale do Ribeira. Um suspeito foi preso e três veículos acabaram apreendidos.
Os remédios roubados são para tratamento de doenças dermatológicas, de epilepsia e de câncer e estavam dentro de um caminhão que seguia de São Paulo para Curitiba, no Paraná.
A empresa Janssen também fabrica vacinas contra a Covid-19. Mas segundo os policiais, não havia vacinas dentro do veículo, que foi abordado e roubado pela quadrilha.
Carga de remédios roubada em SP é recuperada pela PRF
Divulgação/PRF SP
A PRF conseguiu recuperar os medicamentos depois que o bloqueador de sinais usado pelos bandidos falhou. Desse modo, a polícia conseguiu localizar o trajeto feito pelo caminhão, que foi encontrado abandonado na rodovia.
Segundo a Polícia Rodoviária Federal, os remédios roubados tinham sido transferidos para outro caminhão, que trazia a carga roubada de volta para a Grande São Paulo.
Em São Lourenço da Serra o caminhão foi perseguido pela PRF e abandonado pelo motorista, que fugiu sem levar a carga. Ele não foi encontrado, mas um homem que estava em um automóvel e fazia a escolta da carga roubada foi preso.
O caso foi registrado numa delegacia de Taboão da Serra, também na Grande São Paulo.

- Advertisment -spot_img

Mais notícias